Notícias


Nós chamamos e o povo atendeu

Na noite dessa segunda-feira, aconteceu a assembleia sobre o 28° Grito dos Excluídos e Excluídas na Paróquia Nossa Senhora das Neves. Cerca de 70 pessoas estiveram presentes a esse momento importante que antecede o Grito dos Excluídos.

Padre Espedito Caetano realizou o momento de oração inicial, fez a fundamentação bíblica a luz da doutrina social da igreja católica e conduziu a assembleia. José Emidio, coordenador da Pastoral do Menor, fez a apresentação teórica sobre o Grito dos Excluídos informando o que é, como surgiu, quais os objetivos e como será o ato esse ano.

Irenaldo Pereira (Ação Social Diocesana) apresentou os encaminhamentos previstos para o Grito na cidade de Patos. No momento, foi lembrado que este ano, em sua 28ª edição, a celebração vai acontecer na praça Edivaldo Mota, na Concha Acústica, a partir das 07 horas, onde será servido um café de manhã para quem for chegando ao evento. Em seguida, a partir das 08 horas haverá um momento de acolhida, sendo seguido por apresentações culturais, até por volta das 10 horas, onde os participantes serão convidados a uma breve caminhada, até as imediações da Catedral de Nossa Senhora da Guia, a fim de que o público presente possa externar gritos que vêm contribuindo com o aumento da exclusão social. Em seguida, haverá um breve momento de oração.

Padre Espedito Caetano motivou o público presente na assembleia para a participação na celebração do Grito, vendo como necessária uma boa representação da Paróquia de Nossa Senhora das Neves. Do público presente, a maioria se comprometeu em participar do evento e colaborar para o seu bom êxito. Ao final da assembleia paroquial, as pessoas presentes foram convidadas a um momento de oração.


Fotos: @ancelmodantas

#gritodosexcluidos #pastoraldomenor #paroquiadasneves

« Voltar